Prefeito Valmar se reúne com a sociedade para falar da reabertura do Banco do Brasil

Na tarde desta quinta-feira (20/04), o prefeito da cidade de Paulista, Valmar Arruda de Oliveira (PR), esteve reunido com representantes da sociedade civil para debater uma forma de agilizar a reabertura do Banco do Brasil da cidade.

Estiveram reunidos com o prefeito; o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, José Monteiro, O venerável mestre da Loja Maçônica, Romildo Ferreira, o presidente da União Comunitária Ativa, Zênio Sérgio F. Dantas, Chico do Posto, representando a classe empresarial e José Laurentino representando o funcionalismo público.

Na ocasião o prefeito ouviu atentamente dos convidados, a pauta de uma reunião realizada recentemente com a Sra. gerente da agência local do Banco do Brasil, Maísa, onde a representante da instituição disse que a superintendência estadual do BB já havia dado início ao processo licitatório para contratação de empresas que farão a restauração do local, como também para substituição do cofre da agência.

Ainda foi repassado para o prefeito que uma das exigências para que o Banco do Brasil volte a funcionar em Paulista, é a criação de um Conselho Municipal de Segurança, que deve ser composto de representantes da sociedade civil.

O prefeito disse que esteve esta semana em João Pessoa, onde protocolou ofício solicitando uma reunião com a superintendência estadual do Banco Brasil, como também, cobrando agilidade na reabertura da agência de Paulista.

Sobre a criação do conselho de segurança, o prefeito disse que irá consultar o procurador do município, afim de entender melhor sobre o que se trata.

A agência do Banco do Brasil de Paulista está funcionando de forma parcial, sem movimentação de dinheiro, desde o mês de dezembro do ano passado quando uma quadrilha invadiu a agência para explodir o cofre. Explosões chegaram a ser realizadas, o prédio da agencia ficou bastante destruído, no entanto, o cofre não abriu e os bandidos fugiram sem levar nada.

Desde então, população de Paulista que precisa de serviços bancais está sofrendo transtornos, os aposentados por exemplo, precisam se dirigir para outras cidades como São Bento e Pombal para sacar seus benéficos, pelo mesmo transtorno passa os correntistas que só conseguem movimentar dinheiro em suas contas se deslocando a outras localidades.

« Voltar